Banner Lai

Acesso Rápido

O que você precisa?

Telefones Úteis


Página Inicial Lista de Noticias Bombeiros da 2ªSB/1ºGB (Mucuripe) realizam treinamento de combate a incêndio com líquido gerador de espuma (LGE)
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Bombeiros da 2ªSB/1ºGB (Mucuripe) realizam treinamento de combate a incêndio com líquido gerador de espuma (LGE)
Qui, 13 de Julho de 2017 16:00


Quando se imagina a figura de um bombeiro atuando numa operação de combate a incêndio, há uma ideia universal de que o agente extintor seja a água. De fato, além de ser o nosso recurso mais abundante, mais acessível e com boa eficácia por debelar o fogo pelo método do resfriamento, a água figura como nosso principal agente extintor, mas não é o único.

Apagar um incêndio requer muito mais conhecimento sobre química do que se imagina. Se faz necessário saber  acerca do tipo de material que está em combustão pois, dependendo do caso, jogar água vai resultar em situações catastróficas, aumentando ainda mais os danos iniciais. Exemplo disso é que não se deve debelar um incêndio em material elétrico energizado com água devido ao risco de choque elétrico. 

Além disso, existem técnicas de combate a incêndio a depender do seu tipo (ou classe). São elas: resfriamento; abafamento; retirada do material combustível; e quebra da reação em cadeia.

O quartel da 2ª Seção do 1º Grupamento de Bombeiros fica localizado estrategicamente na zona portuária e petroquímica do Mucuripe. Além de atender a ocorrências ordinárias inerentes ao cotidiano da corporação (incêndios urbanos, em veículos e em vegetações), esta seção de combate a incêndio também precisa ser preparada para o atendimento de eventos extraordinários como incêndios em caldeiras, silos com pó em suspensão e refinarias.

Durante esta semana foi realizado treinamento com as guarnições da seção com o uso do Líquido Gerador de Espuma (LGE), muito eficaz em incêndio de líquidos inflamáveis, gases combustíveis e graxas, por debelar o fogo através da técnica do abafamento (inicialmente) e por fim, auxiliando no resfriamento. Além disso, sua eficácia também se dá por conta de sua resistência ao calor, fluidez, baixa densidade e por selar o material combustível, isolando-o de outras possíveis reações e contendo gases.

Para o 1º Ten Guilherme Veras, é importante que a tropa seja constantemente capacitada: "por não ser tão comum a utilização do LGE, é necessário que estejamos sempre praticando para que não tenhamos surpresas numa necessidade real. Além disso, a melhor maneira de procedermos a manutenção nos equipamentos é realizando testes periódicos".
 

Serviços

Agenda - Setembro 2017

Do Se Te Qu Qu Se Sa
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará - Rua Oto de Alencar, 215 Centro - Cep 60.010-270, Fortaleza/Ce

Fone: (85) 3101.2219 / Horário de atendimento: 08h às 12h - 13h às 17h

© 2008 - Governo do Estado do Ceará. Todos os Direitos Reservados